As vantagens de se espelhar no outro

Já ouvi muito as pessoas dizendo que se espelham em outras, que gostariam de ser o Fulano. Eu nunca pensei dessa forma. Sempre quis ser o melhor de mim em qualquer coisa que eu me propusesse a fazer. Isso já me bastava.

Conversando com um amigo há pouco tempo é que entendi o verdadeiro significado disso. Entendi o que realmente quer dizer “ser como alguém”. Não é um sentimento de inveja, muito menos limitação dos seus próprios ideais. Nem mesmo uma cobiça ou cópia do outro. Ser como alguém é um parâmetro. É o primeiro degrau de algo maior. Do objetivo que desejamos alcançar, mas que não sabemos ao certo como. O que sabemos é que estaremos realizados quando chegarmos no topo.

Pode parecer bobo, mas quando traçamos pequenas metas nos tornamos conscientes dos nossos objetivos, nos tornamos certeiros. Não é atoa que grandes empresas traçam metas. Isso nos proporciona um conhecimento maior do nosso próprio caminho. Podemos seguir em frente almejando alguma coisa e não apenas perdidos na vida sem saber pra onde ir.

Cada meta concluída é uma realização a parte. E quando chegarmos a ser como aquele alguém, sejamos como outro. Seguindo assim para o próximo degrau. Isso tudo não quer dizer que deixaremos de ser o melhor de nós. Pelo contrário, seremos o melhor de nós para alcançarmos algo como aquele alguém em quem nos espelhamos. Aquele alguém que é a representação viva do que desejamos para nossa própria vida.