O importante da vida

Existe algo realmente importante nesta vida. Algo que eu demorei um bocado para perceber. Algo que eu queria muito, mas não sabia onde achar nem como encontrar.

Eu procurei dentro dos outros, procurei por respostas sobrenaturais, coisas que me fizessem alguém especial, alguém melhor, com privilégios. Mas eu não encontrei nada, nada além de mim.

No começo a sensação foi de decepção. “Quer dizer então que não sou especial? Quer dizer que não sou melhor? Que dizer que não tenho privilégios?” Não. Não existe nada além de mim. Nada de bom ou de mal que interfira na minha vida. Nada que guie ou justifique. Nada. Apenas eu.

Foi neste momento que eu acordei. Que eu descobri como atravessar a cortina a minha frente. Quando tudo fez sentido muito mais rápido do que minha imaginação fértil. Foi aí que despertei deste profundo e doloroso sono que chamei de vida até aqui. Uma vida sem mim.